Skip to main content

Posts

Featured

Amor e gatos.

“You know what I should do?" Hoshino asked excited. "Of course," the cat said. "What'd I tell you? Cats know everything. Not like dogs.” ― Haruki Murakami, Kafka on the Shore

Não sei de que maneira explicar-vos como tratar de um animal doente não faz de mim uma mártir, mas vou tentar esforçando-me por vos transmitir os dois lados da equação: aquele em que a sua doença exige muito de mim e o outro em que pondero até que ponto serei a pessoa indicada para o ajudar.
Há cerca de um ano e meio atrás o Che, o meu gato de quase 12 anos, começou a perder peso. Comia, mas não engordava. Bebia água, mas nunca parecia ficar saciado. O pêlo agora baço, outrora brilhante e sadio. Caminhava de um modo estranho, patas traseiras apoiando-se demasiado no chão. Prostrava-se mais do que o habitual, mas quem tem gatos sabe que eles estão constantemente em modo stand by, levantando-se apenas para satisfazer os seus interesses e necessidades, o que por vezes torna difícil distinguir pr…

Latest posts

Comunidade de Ann Patchett: o que eu achei deste livro?

#Girlbosses

Eu, o tempo e uma feijoada de cogumelos.

Peter Pan.

Cinco anos e um bolo de iogurte e laranja.

Maki sushi de amêndoa e uma ceia improvisada.

Tatuagens e decisões de vida.